segunda-feira, 29 de maio de 2017

PRIMEIRO DIA


tanto faz o suor da pele
sal
salmoura da sua carne 
se derramando na minha
quero
mais e intensamente 
você dentro de mim
carne
 obtuso pedaço latejante que
pulsa 
e me santifica.
anjo/diabo
fêmea
em uivos a alma entrega
e se esfrega
em delírio e fome
se dá ao orgasmo
morre e renasce
em seus braços
somos um só,
enfim!


Feliz Aniversário Odur



imagem: Tina María Elena

domingo, 28 de maio de 2017

SEGUNDO DIA


a sua boca úmida de desejos
me faz mulher
fêmea louca
que abre feito flor
e se entrega toda
e geme 
a sussurrar em seu ouvido
toda indecência
sem clemencia te arranho a carne
cravando as unhas 
num alucinado frenesi
que nos leva ao gozo
até desaparecermos um no outro
infinitamente___um no outro!
Sou parte sua...
Fêmea sua


para Odur



imagem: Roberto Ferri

sábado, 27 de maio de 2017

TERCEIRO DIA


(( o que é essa loucura que me consome 
na ânsia de tanto te amar? ))
e o corpo arqueado, dobrado em revés
se expõe e se mostra
carne/flor/lábios
flor/vulva
carne/falo
pétalas florescidas em orgasmo
e nas minhas mãos
a sua essência____coração!


para Odur



imagem: Roberto Ferri



sexta-feira, 26 de maio de 2017

QUARTO DIA



________fecho os olhos e completamente nus,
professamos a religiosidade do corpo
e todas as estações se fazem
na avidez do seu falo 
à flor dos lábios.
______da boca aberta
  os gemidos desconexos revelam 
a tortura suplicante do corpo em plena posse
e mais eu me dou 
e mais eu tenho você dentro de mim
e não somos mais que a vontade
de existir um no outro
na intensidade de um gozo
que nos faça assim___ deuses!


para Odur


imagem: Claudia Bruch




quinta-feira, 25 de maio de 2017

QUINTO DIA


me mata de prazer
a ponta da sua língua
___________
escreva seu poema obsceno
faça poesias e versos
pelo meu corpo 
vira e revira até a exaustão e inscreva o seu gozo
na intimidade vermelha da minha carne(sua)


para Odur



imagem: Eivar Moya




quarta-feira, 24 de maio de 2017

SEXTO DIA


pernas entre pernas
e o  teu sexo 
no afoito beijo___beija o delírio d'água
na foz do corpo.


para Odur 



imagem: Bruno Steimbach Silva



terça-feira, 23 de maio de 2017

SÉTIMO DIA


____e da sua boca
todas as delicias, malícias
e inteiramente nus

 você e eu
banhados de todos os suores
nos entregamos 
(animais que somos) ao prazer
de ser assim

a insana vontade/verdade sem fim
de possuir seu nome/falo/homem

tão assim, dentro de mim
que eu me faço corça
serpente
puta
portal e gente
anjo e semente
no seu gozo___até o fim.


para Odur



imagem: Servando Cabreira

quarta-feira, 19 de abril de 2017

REPENTES


REPENTES


...e beijou-me a alma enquanto dilacerava-me
 a carne rubra, 
trêmula de desejos tantos
que a vulva em flor se fazia

...e viveu os meus sonhos
navegou os meus mares e as minhas marés
Enovelou-se nos meus cabelos
correu pelas minhas entranhas feito alma penada
assombrando-me a cada gozo
antes de sumir dentro de mim
no estertor de um orgasmo sem fim...

...e viveu assim, só assim!


para Odur



quarta-feira, 5 de abril de 2017

HAIKAI ERÓTICO 10


haikai erótico  10

entre as coxas
seja sempre você (!)
orgasmando-me


para Odur


imagem: Agostino Carracci






quinta-feira, 30 de março de 2017

TAUTOGRAMA LETRA D


TAUTOGRAMA  LETRA  D

Dias deleitosos___delicias, doideiras
diapasão!
Deidade dignificada, dual!
Dou-lhe duas dádivas ( dois delitos) : dor/desejo
Deite-se!
Divaga despindo-me devagar 
descobrirá desejo dolente, doravante dominado
Desesperada, dou-me!


para Odur


quarta-feira, 29 de março de 2017

SURREAL


SURREAL

(( e nós dois assim ))
a verdade e a mentira
o riso e o choro
o dia e a noite
a mão e a pele
o suor e o sal
a boca e o beijo
o infinito dentro de nós
rindo em falsete nervoso 
 e os nossos chinelos___pareados
esperam pelos nossos pés
num caminhar trêmulo de piedade
depois de um gozo perseguido!


para Odur



imagem: Ramiro Ramirez Cardona

quinta-feira, 23 de março de 2017

POEMA VERMELHO


POEMA VERMELHO

Vermelho é o vértice____minadouro
rubro a irrigar as planícies
até a confluência dos seus lábios
no estertor da sua pele ___vermelha/caeté
canibal que devora
o que eu sinto/não minto___sou promessa
que nunca arrefece
mas adoece e nada mais é
que o seu côncavo altar___a sua oferenda
no gozo que se faz eterno
vermelha pele sua___em mim.


para Odur





quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

OS TEUS VOOS


OS TEUS VOOS

_____leva-me em teus voos, homem-pássaro
abençoa-me com o teu suor
purifica-me com o sal da tua carne.
Voa-me em teus gozos
plena criatura sou,
ao receber teu falo
feito espada____separando-me de todo
e qualquer medo
renascendo em mim a fêmea-mulher tua.
Homem-pássaro, eleva-me!
Voa-me!

para Odur




imagem: Roberto Ferri