segunda-feira, 10 de julho de 2017

BEIJO



VEM beijar Meus lábios e matar a fome
do meu corpo.
Quero ouvir em  histórias
os seus anseios até calar a boca
semeadora de desejos
que balbucia o seu nome.

De onde ela vem?...
Essa sua boca
que me traz o toque da sentinela
plantada em meu coração
e de tesão ___ poderia morrer!

Ou riscar minha pele
em espinhos
onde a dor geme
e suplica uma solidão mesclada de amores
com suas máscaras casuais...

De onde vem essa sua boca
mastigando meu nome e rasgando palavras
de um profundo silenciar?
De onde vem essa sua boca
com seus beijos alvissareiros
aguando minh'alma de desejos tantos?!

___a sua boca não me dá remanso
é a vida e a fome, o delírio e a paixão
da carne por carne ___sal e suor.

Mas de onde vem a sua boca
que me fala, me fere, me despe de palavras
me amordaça num beijo frances
profano e insano_____ah, tormento de amor!


para Odur


Nenhum comentário:

Postar um comentário