sábado, 14 de maio de 2016

CARNE VIVA

Carne Viva


Faça-me sofrer!
Seja o diabo
a escaldar a minha pele
na tortura do amor____ porque não me sinto triste
e não suporto ser a metade
o seu meio amor.
Não sou metade da lua,
eu sou a lua plena
desenhada nas tuas costas
onde as minhas unhas
fazem sulcos
arrancando da carne viva
a impaciência do meu amor
Ama-me agora e
com a volúpia da tua boca
beija-me!
Beija-me até que a noite
se faça dia
e o meu corpo se entregue
lasso, manso, rendido aos teus desejos
nessa possessão insana.
Ama-me!


para Odur 

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário